RECORDAR É VIVER…

O emblemático cachorro quente Geneal, que faz jus ao nome de tão bom!

Aqui entre nós, você consegue comer a iguaria das iguarias da “fast food” impunemente, sem uma pontinha de saudades sequer?!

Ah, eu não! Porque sempre lembro que foi nossa geração quem inventou a “pós night” quando, depois da festinha, saia a procurar uma das emblemáticas carrocinhas de cachorro quente Geneal, geralmente estacionadas na orla, e lá ficava jogando papo fora, com todos que iam chegando, até às tantas… sem lenço,nem documento e muito menos medo de assalto!

Pois bem, o tempo não volta mas o beloved sanduiche sim: Eis que ele ressurge do além, como vocês bem sabem, para recuperar seu pedestal no menu junkie carioca, formando com o biscoito Globo, a dupla mais querida da praia e arredores, como na nossa adolescência. Vintage na veia! BN

CLIQUE AQUI PARA ENTRAR NO SITE!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 ideias sobre “RECORDAR É VIVER…

  1. A carrocinha do Geneal na orla era tudo de bom! Qtos. encontros ou desencontros a carrocinha nao presenciou! Fora que o hot dog era uma delicia! Bem melhor que os de hj! Pq. nao conseguem fazer o mesmo hot dog?

  2. Queridas dos 40’s,
    Sou dos 50’s e já íamos atrás do Geneal e outros para preencher nossa fome after Dancing no Le Privé, comandado por Sidney Régis. Forget about the bad times, remember all the good time…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *