BAILARINO AMERICANO “DESERTA”PARA A RÚSSIA!

David Hallberg ensaiando!

Quando li a noticia de que o primeiro bailarino do American Ballet Theater, David Hallberg, foi contratado pelo Ballet Bolshoi para ser seu “dancer premier” , lembrei-me de um post aqui no Blog, comentando a falta de brilho dos bailarinos russos que se apresentaram com o Ballet do Teatro Maryinsky, em palcos brasileiros, no começo deste mês de Setembro.

Coincidência ou não, é emblemática e ousada a atitude do diretor artístico do Ballet Bolshoi, Sergei Fillin, derrubando a última barreira rumo a globalização desta forma de arte. Mas talvez reflita, também, um déficit de talentos masculinos, numa seara em que os russos sempre brilharam: Bailarinos! De todo modo, Fillin assumiu com a missão de dar cara nova a uma das principais trupes do planeta e a contratação do americano reforça a tese de abertura do Bolshoi para o mundo.

Cinquenta anos depois que Rudolf  Nureyev desertou, em plena guerra fria para o ocidente, em 1961, pela primeira vez na história um estrangeiro vai ser solista no Bolshoi, em caráter permanente, fazendo o caminho inverso do maravilhoso bailarino russo. E o escolhido foi, ironicamente, um americano de Dakota do Sul, 29 anos, que iniciou sua carreira no corpo de baile do ABT em 2001, foi promovido a solista em 2004 e, mesmo na Rússia, continuará com um pé em NYC apresentando-se, eventualmente, em sua casa natal.

Ao anunciar a vinda de Hallberg para o Bolshoi, Fillin justificou sua escolha na técnica perfeita do americano, maneiras refinadas ao dançar, interpretação impecável e, sobretudo, muita nobreza em seu estilo! Treinado na escola francesa, que prioriza movimentos rápidos e com isto saltos menores, reside aí o grande desafio de Hallberg: Se adaptar à Escola Bolshoi, que em Russo quer dizer grande, pelos saltos enormes de seus bailarinos em um palco igualmente enorme, associado ao calibre emocional de suas apresentações. São sábias as palavras de David Hallberg sobre o assunto, quando diz que sua meta é buscar o melhor dos dois mundos, mas que jamais será um russo, estará sempre no meio do caminho!

Sua estréia será em novembro, com a coreografia “Giselle”, contracenando com Natalia Osipova.
Que programaço!
BN

CLIQUE AQUI PARA O TRAILER DE GISELLE!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *