A Árvore da vida

 
Enfrentei, neste domingo, “A árvore da Vida” e, confesso, ela me venceu! Pelo menos por enquanto!
Meu primeiro percalço diante do filme, foi transposto depois de 10 minutos de iniciada a sessão, por conta de uma gigantesca e irrequieta cabeça à minha frente e o cinema lotado. Sei, por adivinhação, que teses preciosas para a trama foram propostas durante este período, já que só consegui ler o final de cada legenda, o que a torna ainda mais enigmática.
Resolvido o problema, pude me concentrar como gostaria e deveria diante da tela, porque o filme de Terrence Malick não aceita nenhum desvio de atenção e até o barulho dos sacos de pipoca, normalmente imperceptíveis, tornam-se irritantes. E aí, diante de mim, surgiram dois filmes: Um que amei, rústico e lúdico, violento e terno,” natureza x graça”! Quanta coisa linda foi dita neste plano narrativo, o da história de uma família do interior do Texas. E à medida que a trama evolui, entendemos que de alguma maneira, aqueles ali somos todos nós, resumidos no arquétipo “O’Briens”. Tá, falei a palavra proibida no vocabulário de Malick: Compreender! Mas é tão dificel, depois de Decartes, não se cometer este pecado!
Já o segundo filme é visual, literalmente. Imagens lindas e viscerais entremeiam o plano narrativo que descrevi acima. E aí foi que eu dancei! Ok, aquele fogo todo era o Big Bang, li nas resenhas, porque “Árvore” só com bula. Daí vem a evolução da vida, os micro organismos mutantes, a vida saindo da água e conquistando a terra, dinossauros, etc, etc! E os O’Brien, são os últimos desta cadeia alimentar? Onde ou quando as duas tramas se encontram?
Ta, já ouvi! É pra eu sentir!!!! Vou tentar no próximo fim de semana, quando pretendo revê-lo para treinar meus neurônios ou realizar que eles não passam de Tico e Teco.
Só mais um detalhe: Palmas de Ouro pra Brad Pitt, que como Leonardo di Caprio, deixou pra traz a imagem de “louro burro” e está fazendo uma carreira corajosa, aceitando papéis polêmicos e dando sua linda carinha à tapa! Ele, a linda Jessica Chastain e o menino Mac Cracker estão divines! Curti!
BN
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *